O novo Ashram minimalista

segunda-feira, 30 de maio de 2011

O que eu penso do estado do país

1 comentário:

Margarida disse...

Mais uma vez, algo me escapa.
A foto é de tal forma apelativa, que até me falta o ar: apetece-me saltar para esse esmeralda arrepiado e sentir-me como sempre me sinto no mar: feliz.
Depois...a música de um inolvidável filme torce-me o interior e fica tudo nublado.
É isso? Vivermos entre o êxtase do possível e a agonia do real?

Arquivo do blogue