O novo Ashram minimalista

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

O regresso de um Jansenista Honorário

Andou perdido, ou recolhido, nas brumas do silêncio - mas ei-lo que volta cheio de vigor, a avivar a velha chama, até com a intenção de repristinar-se como um «jovem do Restelo». Uma saudação amiga, e a lembrança de que do Restelo agora valem mais do que nunca os velhos, os que advertiram, os que adivinharam a Pátria apagada.

2 comentários:

Paulo Cunha Porto disse...

Obrigado, Amigo Jans.
Claro que estes "jovens" nem réplicas conseguem ser da sísmica clarividência do Antigo...
Abraço

Margarida disse...

Ah! :) E não é que pensei que haveria de referir este regresso das brumas?
Cá está ele.

Arquivo do blogue